Azores Challenge MTB 2015

Caros sócios e amigos

Nos dias 25, 26 e 27 de Setembro, 4 elementos da nossa equipa de BTT, Cláudio Moreira, Rui Barata, Bruno Rodrigues e Vitor Gonçalves participaram no Azores Challenge MTB. Esta era uma prova constituída por 1 prólogo noturno seguido de 2 etapas e organizado por duplas, sendo estas Cláudio Moreira/Rui Barata e Bruno Rodrigues/Vitor Gonçalves.

Em relação ao prólogo, no dia 25, foi para todos os elementos uma experiência nova. Foram cerca de 3,8 km no centro da cidade de Ponta Delgada e durante a noite. Foi um desgaste diferente daquele a que estão habituados, dado terem estado cerca de 6 minutos a dar o seu máximo.
O trajeto foi engraçado, com curvas apertadas, subidas ligeiras e metade foi em paralelo.
Não houve nenhum acidente, mas numa parte do percurso, numa ligeira descida, o Rui teve de gritar e depois travar a fundo, pois estavam 4 pessoas no meio da rua o que lhes impossibilitava a passagem. Para além disto, houve uma falha de corrente elétrica e a organização perdeu os tempos, que, segundo eles, refizeram à mão. Isto originou uma grande confusão e todos os atletas disseram que tinham 1 minuto a mais no tempo que realmente fizeram.

IMG_2857

Dia 26 – Etapa da Lagoa do Fogo – 62.7 Km, 1798mt+
Etapa dura com muitas subidas, mas o pior foram as descidas que lhes impossibilitava de descer sentados em cima das bicicletas. Existiam muitas valas abertas pela água onde, em alguns sítios, apenas cabia a roda da bicicleta para ficar presa e depois… chão!! Uma das equipas, quando o nevoeiro levantou, ainda conseguiu ver a bela Lagoa do Fogo. As subidas foram muito duras, aliadas à existência de lama, que em nada ajudava quando estavam a subir. Para todos eles esta foi sem dúvida a etapa mais exigente fisicamente.

IMG_2249

Dia 27 – Etapa da Lagoa das 7 Cidades – 76.9 Km, 2141mt+
Etapa a que a organização deu o nome de “Etapa Rainha”, porque a consideraram como sendo a mais difícil. O perfil desta etapa era completamente diferente da anterior. Nesta etapa foram subindo, descendo, voltaram a subir, desceram …. Apesar de ter mais acumulado, pareceu-lhes menos dura, o terreno era mais ciclável, as subidas eram duras mas, à exceção de uma ou duas subidas, foi possível fazê-las sentados nas bicicletas e as descidas eram todas cicláveis.
Em termos paisagísticos foi para eles o sítio mais bonito onde pedalaram. No topo tinham a Lagoa no lado esquerdo e no lado direito o Oceano. Não nos conseguiram descrever por palavras a beleza desta etapa!!!!

12079323_410311709163636_222381233996800087_n

IMG_2832

Algumas considerações feitas pelas equipas:
– Um evento com esta beleza natural merecia uma organização imaculada e estiveram a anos luz disso, esperando que para o ano corra melhor
– Paisagem e trilhos lindíssimos
– Quem nunca pedalou nos Açores, que vá em prova, fora de prova, mas que vá!!

IMG_20150927_165719

A Equipa ficou cheia de vontade de para o ano repetir esta prova.