BTT _ Lisboa/Badajoz

Nos dias 8,9 e 10 de Setembro a ACLIS efetuou o seu primeiro passeio de longa distância, agregando parte dos associados no segmento ciclo-turístico.

A aventura consistiu em atravessar o país desde Lisboa até Badajoz, numa distância total de 345km, divididos por 3 dias, em bicicleta de montanha.

O grupo foi constituído pelos associados da ACLIS Claudio Moreira, Hélder Sousa, Rui Barata, Vitor Goncalves,  Filipe Figueiredo,  Paulo Correia, António Cardoso e Francisco Gonçalves.

Partiram com o intuito de envolver parceiros Liberty e espaços ao longo da travessia e com o objetivo de conhecer melhor os representantes Liberty existentes nas localidades de passagem.

1º dia – partiram de Lisboa com destino a Mora para uma etapa de 125km

Esta foi a etapa mais longa, sendo caracterizada pelo entusiasmo inicial dos participantes e pelo dia de sol que os acompanhou ao longo do dia de viagem.

Uma das peripécias que lhes aconteceu foi com o trilho de GPS, que os levou a um local sem saída e a ficarem perante um portão fechado de uma herdade particular, sob a ponte de Benavente, onde tinha um sinal “Em caso de passagem ligar”…

Ligaram e amavelmente alguém lhes abriu o portão, por via remota. Continuaram o seu percurso, pensando ser o correto, e, após percorrerem cerca de 6 km, ouviram um trator atrás que, acenando, lhes informou que teriam tomado um caminho errado…

Percorreram cerca de 30/40km ao lado de um canal de água, com paisagens repletas de animais e florestação típica da região.

Chegados a Coruche, encontraram os nossos colegas e parceiro Marco Cruz, que os acompanhou na etapa da tarde até ao destino final, Mora.

Após um almoço divinal e carregamento de baterias seguiram caminho e, surpreendentemente, verificaram que o Alentejo parece estar junto a uma praia com imensa areia, dificultando ainda mais a tarefa debaixo de um tórrido dia de sol.

Chegados a Mora, ficaram instalados numa pensão palácio devidamente cuidada com uma simpatia surpreendente do proprietário e família.

img_0656

2º dia – partiram de Mora para Estremoz para uma etapa de 108km

Logo no início da etapa e a cerca de 200mts da residencial, tiveram um furo, tendo de o reparar de forma a poderem prosseguir viagem.

Seguiram em direção a AVIS, onde os esperava o nosso colega Manuel Grilo, tendo finalizado a etapa no clube náutico de Avis.

Seguiram depois para Estremoz, onde pernoitaram.

De realçar a simpatia dos habitantes ao longo de todas as paragens e pelo encorajamento constante que lhes deram durante esta aventura.

Ao jantar tiveram a companhia dos colegas Miguel Escária e Carlos Martins do Espaço de Évora e do nosso agente Rui Coias.

3º dia – partiram de Estremoz para Badajoz para uma etapa de 75km

Aparentemente este seria o dia mais fácil pela distância, mas com o acumular dos kms dos dias anteriores, foi uma etapa difícil e ainda longa.

Seguiram em direção a Elvas para almoçarem, percorrendo uma distância de 53km, guardando a menor distancia para a tarde.

Transversalmente a todas as etapas o calor esteve presente, sendo o protetor solar e abastecimentos líquidos os seus melhores amigos.

Foi uma experiência única para todos os intervenientes, da qual saíram enriquecidos culturalmente e, acima de tudo, com amizades fortalecidas.

img_0566